Quais são os cuidados com as crianças no inverno?

No caso das crianças, isso é ainda mais preocupante porque o sistema imunológico delas não está totalmente desenvolvido, ou seja, elas acabam sofrendo mais para lutar contra as mais diversas doenças.

Nesta época do ano, elas precisam de ainda mais atenção. Um dos principais cuidados é quanto à roupa infantil. Não basta escolher apenas modelos bonitos e atrativos para elas, as crianças precisam de proteção contra as baixas temperaturas, por exemplo.

Mas este é apenas um dos muitos cuidados que se deve ter. Nós levantamos algumas das principais recomendações dos pediatras.
Vacinação

Crianças, geralmente, têm imunidade mais baixa. É que elas ainda não foram expostas a diversas doenças. Dessa forma, as chances de ficarem doentes são entre 8 e 10 vezes maiores do que um adulto, por exemplo.

E não tem o que fazer, já que a imunidade vai sendo construída ao longo do tempo. Para isso, é essencial que as crianças sejam vacinadas.

Esse é o único procedimento cientificamente comprovado que garante que os indivíduos desenvolvam o sistema de defesa sem ter que entrar em contato direto com as doenças.
Como funcionam

As vacinas fazem com que o organismo produza anticorpos. E como isso acontece? Bem, um vírus ou bactéria atenuados são injetados no indivíduo. A partir disso, o organismo, em contato com esse corpo estranho, vai começar a produzir uma defesa (anticorpos) que fica na memória do sistema imunológico.

Sempre que o organismo entrar em contato com aquele corpo estranho, já saberá como combatê-lo. É por isso que as crianças vacinadas conseguem sobreviver quando em contato com vírus e bactérias fortes, como a do sarampo e da meningite.
Onde vacinar

O Sistema Único de Saúde, o SUS, disponibiliza gratuitamente todas as doses das mais diversas vacinas infantis. Basta apenas levar o cartão de vacinação e a carteirinha do SUS.

Alimentação

Aliada da vacinação, a alimentação equilibrada é imprescindível para que as crianças não sofram tanto nos períodos frios como o inverno.

É dos alimentos ricos em nutrientes que os pequenos adquirem, por exemplo, as vitaminas e proteínas necessárias para o bom funcionamento do organismo e do próprio sistema imunológico.
Hidratação

Embora no frio a gente não goste tanto de beber água, é muito importante mantê-las hidratadas. É muito comum, inclusive, que no inverno, as crianças sofram com quadros de desidratação. Por isso, sucos de frutas naturais e muita água são indispensáveis.

Evite coisas muito geladas para evitar inflamações da garganta e das vias que já ficam mais vulneráveis nesse período.

Também ajude a hidratar os olhos e o nariz dos pequenos. Para isso, conte com a indicação do médicos pediatras. Evite a automedicação.
Problemas respiratórios

Os problemas respiratórios, como a bronquite, a rinite e a asma, são muito comuns nesta época do ano. Isso acontece porque costuma chover menos e as partículas de poluentes ficam mais concentradas na atmosfera, desencadeando essas inflamações e irritações respiratórias.

As crianças tendem a ficar mais suscetíveis a estes problemas. Por isso, procure mantê-las protegidas da friagem e do contato com água fria, por exemplo.

Também procure limpar os ambientes domésticos, evitando a concentração de poeira. Lave com regularidade os cobertores, mantas e edredons. Faça o mesmo com os agasalhos e casacos mais pesados.
Roupas

Não é novidade para ninguém que as crianças adoram brincar, faça frio ou faça sol. Jogar bola, videogame, brincar de boneca. Muitas vezes, com o movimento, as crianças podem acabar suando.

Com isso, elas tendem a tirar os agasalhos, toucas e luvas e ficam mais suscetíveis, por exemplo, ao vento gelado. O choque de temperaturas do corpo quente com o ar frio pode ser bastante nocivo, então, muita atenção com isso. Fique de olho para que elas não fiquem completamente desprotegidas.

Escolha roupas funcionais, como casacos e agasalhos e que sejam bem quentinhas. Tecidos como a flanela ajudam a dar a proteção extra contra o fio. Não esqueça de proteger as extremidades. Para isso, opte por meias e luvas.

Se a criançada quiser se movimentar, pense em camisas de manga comprida e coletes corta-vento. Procure mantê-las em ambientes mais fechados para que não sofram tanto com o frio.

Category:
  Sem categoria
× WhatsApp